Ao optar por uma cabeceira personalizada para a cama, é possível apostar em diferentes designs. E dentre as inúmeras possibilidades, vale destacar os modelos estofados. Sem dúvida, eles garantem sofisticação e aconchego ao décor do quarto.

Atualmente, couro e veludo têm sido muito utilizados como revestimento de cabeceiras estofadas, devido ao seu requinte. No entanto, outros materiais podem ser escolhidos, dependendo do estilo decorativo do dormitório e do gosto pessoal do cliente. Já quando se pensa em cor, as opções são inúmeras, desde tons vibrantes, como amarelo, vermelho, laranja e cor-de-rosa, até cores neutras, por exemplo, branco, preto, bege e cinza.

Porém, há um outro detalhe: as técnicas que podem ser aplicadas no estofado com o intuito de garantir um visual diferenciado a sua superfície. Estamos falando do capitonê e do botonê. Em ambos os casos, os revestimentos utilizados (seja couro, veludo etc) são presos com pontos feitos com linhas grossas que afundam o estofado. A distância entre esses pontos acaba formando diferentes desenhos geométricos.

Os pontos do capitonê não têm nenhum arremate final, enquanto os pontos do botonê recebem botões, sendo essa a única diferença entre as duas técnicas. Ambas as técnicas são bastante utilizadas em décor de estilo clássico, mas isso não impede que elas sejam adotadas em ambientes contemporâneos, já que material e cor podem garantir um visual mais moderno a cabeceiras estofadas com aplicação de botonê ou capitonê.

É inegável que elas garantem um visual sofisticado aos estofados. Contudo, cabeceiras com estofado simples também têm seu charme. É tudo questão de gosto! Por isso, faça o projeto da cabeceira da sua cama com o Grupo Primeira Linha, que vai personalizá-la do jeitinho que você quiser.
.
.
.
#grupoprimeiralinha #primeiralinha #moveisplanejados #moveisplanejadosdealtopadrao #highendfurniture #cabeceira #cabeceirapersonalizada #cama #cabeceiradecama #cabeceiraestofada #estofado #capitone #botone #arquitetura #designdeinteriores #decoracao #decor

Projetos: Nanci Pedro
Fotos: J. Vilhora

Compartilhe:Share on Facebook
Facebook
Pin on Pinterest
Pinterest